Comi minha professora casada no motel

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Me chamo Lucas e vou contar como acabei Traçando minha professora casada. Tenho 22 anos, sou solteiro e comecei a 2 anos na faculdade de direito. Tenho uma professora chamada Janaina, ela é casada, tem mais ou menos uns 35, no máximo 40 anos e é muito gostosa. Ela dá de mil a zero na maioria das patricinhas que estudam comigo. O que me chamou a atenção nela é que a mulher tem uma classe da porra, sempre elegante, bem maquiada e cabelo impecável. Ela é loira, nem gorda nem magra, faz aquele estilo mulherão.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

De vez em quando ela vai dar aula de terninho e de saia, assim dá pra reparar direitinho em como as coxas dela são perfeitas. Ela é baixinha, coxuda, tem um peitão e uma bunda maravilhosa de se admirar. Eu e meus colegas de sala sempre começamos a zoação quando ela chegava, a gente nem prestava tanta atenção na aula, só comentando o quanto ela é gostosa! Ela já tinha percebido meu interesse, no meio da aula rolava umas olhadinhas, eu como bom cara de pau encarava ela sem nenhum pudor. Meu sonho era comer aquela mulher e quanto mais eu conhecia ela, mais ficava fissurado. A noite em casa era muita punheta pensando nela.

Ela é daquele tipo de mulher que desperta curiosidade saca? a gente não sabe o que esperar dela, e isso atiça mais a vontade. Um dia ela passou um trabalho individual e eu passei uns tempos relaxado nos estudos, só nas baladas da vida e pegando as gatinhas, aí tava morrendo de medo de bombar na matéria dela. Um dia no fim da aula perguntei se poderia tirar uma dúvida com ela, mas ela disse que tava super atrasada para outra aula e me passou o telefone dela dizendo que eu poderia falar por lá.

Fiquei animadão em ter o número da minha professora, fui pra casa, dei uma relaxada, coloquei um pornozão e bati minha punheta diária, é de lei. Fui lá no whats dela e mandei uma mensagem contando minhas dúvidas, ela foi toda atenciosa, respondeu e disse que se eu precisasse de algo, ela estaria até mais tarde na faculdade. No dia seguinte procurei ela e a gente ficou sozinho na sala. A gente começou a conversar sobre o trabalho e pela primeira vez percebi que minha professora também tava interessada em mim, ela me olhava de um jeito sexy, ajeitava o cabelo, sorria e eu cara de pau aproveitei pra chamar ela pra sair.

-Lucas, você é doido né? eu sou sua professora, não pega nada bem.

-Pow Jana, não quis te ofender de jeito nenhum, mas eu tenho um interesse em te conhecer melhor.

-A gente pode se conhecer nas aulas.

Até hoje lembro do fora que levei dela, me senti super constrangido e prometi que não ia deixar barato, eu ia conseguir pegar aquela gostosa e ela ia me pedir desculpas pela forma que falou comigo. Como eu já tava na merda, resolvi arriscar do que ficar com vergonha toda vez que encontrava ela na aula. Ela mal olhava pra minha cara na aula, mas quando todo mundo saia eu sempre percebia ela dando uma olhadinha pra mim de um jeito nervoso.

Eu tava gamadão por ela, parece que depois do fora fiquei mais apaixonado, aí um dia tentei falar com ela e a minha professora me ignorou mais uma vez. Saí da faculdade e fui encher a cara num bar. Fui pra casa bebaço, tomei um banho e deitei na cama. Comecei a pensar nela e toquei uma punheta, aí tive a ideia doida de mandar uma foto do meu pau duro, depois do meu pau todo gozado e mandei uma mensagem embaixo dizendo que tava pensando nela.

Depois bateu a noia, fiquei com medo dela me achar um maníaco e eu me complicar, mas já era, quando fui apagar a mensagem os dois tracinhos já estavam azuis, ela já tinha lido. Ela me ligou na hora, eu demorei um pouco pra atender porque fiquei bem nervoso, mas modéstia a parte, meu pau nem é feio, tem 20cm, grosso e cabeçudo.

Assim que atendi escuto:

-Lucas, você tá doido me mandar uma mensagem dessa pelo whatsapp? se meu marido tivesse aqui perto? sua sorte é que ele não mexe no meu telefone. Preciso conversar com você hoje, 17:30 depois da aula.

Nem fui para a faculdade nesse dia, fiquei nervosão mas ela me ligou e disse para eu encontrar com ela no estacionamento da faculdade, muito discretamente eu fui lá, ela tava me esperando no carro, mandou eu entrar e perguntei pra onde a gente ia. Ela disse que iriamos num lugarzinho reservado conversar sem ninguém ver a gente e acabamos parando num motel.

Na hora que a gente desceu, tentei dar um beijo nela e fui impedido. Fiquei pensando: Puta que pariu, ela só quer conversar mesmo!

A gente entrou e ela mandou eu tomar banho, isso mesmo, tomar banho! Entrei no banheiro, fui tomar uma ducha sem saber que porra se passava pela cabeça dela, mas assim que saí de toalha, flagrei ela na cama com uma lingerie super sensual vermelha, um sutiã meia taça, uma cinta liga e uma calcinha fio dental que tinha uma abertua na frente que dava pra ver um pedacinho da sua buceta. Na hora que vi a cena me deu um tesão da porra, senti meu pau latejar na calça, pronto pra entrar em ação.

-Você queria me ver desse jeito né? tanto fez que conseguiu me deixar doidinha, curiosa pra provar o teu pau.

Porra! se meu pau já tava latejando, agora ele quase furou a calça ouvindo minha professora toda séria falando uma putaria dessa.

-Eu sempre fui doido para provar você…

Me aproximei, mas ela me impediu de novo, eu já tava doido com esse joguinho.

-Calma! vamos aproveitar, deixa de ser apressadinho!

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Ela disse isso, me empurrou na cama, cai deitadinho e ela começou a fazer um striptease pra mim, começou a dançar no pole dance que tinha no quarto do motel. Primeiro foi tirando a meia calça, depois tirou o sutiã e por último a calcinha e eu tive a visão da sua bucetinha rosadinha toda lisinha, super depiladinha. Meu pau duro pra caralho chega tava doendo de tanto tesão. Ela se aproximou, tirou minha calça, tirou minha cueca e meu pau pulou.

-Que pau enorme, é maior do que eu pensei quando vi a foto. Quando olhei fiquei doida pra cair de boca.

-Puta que pariu, que safada! então chupa minha pica professora.

Ela começou me olhando com cara de safada, lambeu a cabecinha segurando a base com a ponta dos dedos, depois foi descendo e começou a lamber meu saco, ela caprichou no boquete, lambia, mordia devagarzinho, mamava meu saco, e abocanhou meu pauzão quase todo, a safada foi gulosa e começou a chupar tudo até babar na minha vara.

-Ooohh Jana, que boca gostosa porra! Mama meu pau mesmo sua putinha gostosa, eu sempre quis essa boquinha na minha pica, quero gozar!

-Seu pau é uma delícia sabia? quero ficar chupando o dia todo.

Ela mamou pra caralho, depois de chupar por vários minutos eu avisei que ia gozar.

-Goza na minha boca, goza gostosinho.

Ela voltou a chupar, dessa vez mais forte, não aguentei e gozei, enchi a boca dela de porra, nem consegui acreditar que tava fodendo com minha professora gostosa. Imaginei o que meus amigos iam dizer se soubessem, mas eu não fui besta de contar pra ninguém, porque quem come quieto come várias vezes, já dizia o ditado.

-Que delícia sua porra na minha boca, deixa eu gozar na sua também!

Com esse pedido dei um beijo na boca dela, fui deitando ela na ponta da cama, me ajoelhei e fui puxando ela pra perto da minha boca. Comecei a beijar a boca dela, fui descendo pelos seios, chupei gostoso os peitos dela com os bicos rosadinhos, dei uma mamada, lambi, suguei gostoso seus peitos, desci para a barriguinha gostosa e pulei para as suas coxas.

Ela ficou louca, reclamou, falou que eu tava torturando ela mas eu não cedi, chupei com vontade a sua bucetinha, deixei ela toda lambuzada, cada vez mais molhadinha. A safada tava doida, ela gemia, gritava falava tanta putaria que meu pau deu sinal de vida de novo, era chupando ela e tocando uma punheta pra aliviar o tesão que eu tava sentindo.

-Você chupa tão gostoso, que língua deliciosa, mama muito na minha buceta!

Fiz o que ela pediu e comecei a sugar seu grelinho com força, nessa hora ela gemeu mais alto começou a rebolar na minha boca, respirar ofegante e avisou que ia gozar. Que delícia aquela gostosa falando isso pra mim.

-Goza safada, goza na minha boca também!

Ela gemeu mais alto e logo senti ela apertar minha cabeça com as pernas e soltar uns gemidos ofegantes e tremer inteirinha. Nessa hora percebi que ela gozou gostoso, ela me chamou pra cima dela, subi e comecei a beijar sua boca gostosa, ela agarrou meu pau e encaixou na sua buceta. A gente trepou gostoso demais, o tesão era tanto que esqueci até da camisinha. O vai e vem rolando, eu sentindo aquela bucetinha apertada e gostosa bem quentinha apertando minha pica e ela gemendo bem gostoso.

-Aiii que pica gostosa, me fode assim vai, enfia tudo, quero esse pauzão todo dentro de mim.

-Vou arrombar você todinha com ele sua cachorra, sua puta gostosa.

Ela gemia muito gostoso, eu tive que me segurar pra não gozar logo nessa safada, pedi pra ela ficar de quatro, me ajoelhei e chupei todo seu cuzinho depiladinho, senti ela piscar, enfiei um dedo e ela engoliu meu dedo com esse cu gostoso, comecei a brincar, não aguentei a visão daquele cu e daquela buceta ali na minha cara, levantei, puxei ela com força pelo quadril e encaixei meu pau até sentir ele todo enfiado até o talo naquele cu gostoso. Ela adora dar o cu, gemeu mais gostoso ainda, rebolou, pediu pica com força, não quis nem saber, enchi o rabo dela de tapa, deixei todo vermelho.

-Você come gostoso demais, meu cu já tá todo arrombado seu filho da puta.

Uma verdadeira puta na cama minha professora gostosa, ficamos ali num anal frenético até que senti que ia gozar novamente e soltei todo meu leitinho naquele cuzão delicioso que eu tinha acabado de arrombar. Leitei mesmo, bem gostoso e deixei ela meladinha com o buraco aberto. A gente terminou a foda como um casal de namorados, trocando carícias gostosas e tomando banho juntinhos. A gente passou uns meses trepando, mas o marido dela acabou descobrindo e deu uma treta danada. Ele acabou perdoando ela e os dois estão juntos e a gente parou de transar, mas com certeza tudo valeu a pena, minha professora foi a melhor foda da minha vida!

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário.
Quer entrar no nosso grupo Whatsapp? Veja aqui como o fazer: Clique aqui.
E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui: Enviar Conto.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Adicione um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!