Comi uma mulher casada

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Mulher casada quando quer dá a buceta não tem jeito!
Eu acho lindo uma mulher casada abrir as pernas, toda arreganhada, querendo Pau.
Seja para o marido, seja para o amante, enfim…
Particularmente, mulher casada… Carente… Desejosa pra ser comida… Merece Pica grande e bem grossa.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Mas vamos lá! Apresento a casadinha que tive o prazer de tê-la em meus braços toda arreganhada. Uma mulher cheirosa, loira e com seus 26 aninhos, completamente sedenta por sexo.

O nome? Não vou revelar… Mas essa história aconteceu de verdade!
O Ano? Tá legal… (2013) Na época eu tinha apenas 20 anos de idade e foi a minha primeira experiência sexual com uma mulher casada.

Tudo aconteceu tão naturalmente, que quando percebi já estava envolvido.
Aquela mulher dominou a minha mente, me seduziu, estava claro quais eram as intenções dela.
Fomos apresentados por uma amiga em comum… E a partir de então… Trocamos mensagens via SMS por semanas.

Certo dia pela manhã, recebo uma SMS.
Dizendo: “Meu marido viajou a trabalho, vem me comer!”

Parei tudo que estava fazendo, tentei compreender aquelas palavras. Quando caí na real, de que estava acontecendo, de que ela queria fuder comigo, corri para o banho e me aprontei.

Com uma gillete, me depilei o mais depressa possível. Meu pau parecia que ia arrebentar a cueca!
O lugar do encontro seria na própria casa dela!

Quando cheguei no endereço que tinha me dado, percebi que o portão estava aberto.
Confesso que senti medo, aliás, era um grande risco ser descoberto em flagrante comendo a mulher de outro homem.
Senti medo de morrer! Apesar do medo… Entrei e fechei o portão!
Quando ela me viu, abriu um sorriso de orelha-a-orelha, senti no olhar dela a buceta latejando.

Ela vestia um vestido branco soltinho! Ahhhh que pernas torneadas, que bunda enorme e linda.
E aquele sorriso indecente? Essas lembranças até hoje me deixa com baita de um tesão da porra.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Aquela mulher era incrível e eu estava a poucos minutos de saborear aquela xoxotinha lisinha e corpulenta.
Descobri que o marido dela havia viajado e só voltaria depois de 15 dias.
Fiquei extremamente feliz, eu ia deixar aquela bucetinha toda inchada de tanto meter.
Eu só pensava que iria fuder muitooooo… Ia socar gostoso todos os dias!

A safada tirou a minha roupa ferozmente!
Me jogou no sofá e começou um boquete molhado. Cheia de técnicas!
Aquela boca engolia o meu piru inteiro, 18 cm de pica dentro da boca daquela gulosa!
Meu pau estava a ponto de bala, ela passava a língua na cabeça e chupava. Que delíciaaaaa!
Eu quase gozei na boca daquela mamadeira safada.

Depois foi a minha vez… Coloquei ela deitada no sofá e chupei o grelinho como se fosse um sorvete.
Me deliciei naquela xereca toda melada, uma das bucetas mais lindinhas que já vi.
Quando percebi que ela se contorcia toda, parei de chupar e fiquei em pé, de frente pra ela,
Queria ver ela implorar pra eu enfiar meu cacete naquela xoxotinha.

Foi o que ela fez, segurou as coxas, arreganhando, e disse: “Por favor… Me fode gostoso…
Enfia em mim esse cacete duro.”

Encaixei a minha Pica naquela entradinha e penetrei. Num vai e vem delicioso.
Ficamos fudendo umas duas horas. Naquele dia ela dormiu toda ardida e feliz.
Eu me senti um baita de um sortudo, fui pra minha casa pulando de alegria.
Nos encontramos outras vezes, na casa dela, e a foda sempre foi melhor do que a anterior.

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário. Quer entrar no nosso grupo Whatsapp?
Veja aqui como o fazer: Clique aqui.
E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui: Enviar Conto.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

E estes contos já lestes?

Adicione um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!