Como trai minha esposa na floresta

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Olá leitores, como esse é meu primeiro conto, gostaria muito que vocês me desse um feedback pra saber oque preciso melhorar!! Vamos la!! Meu nome é F. tenho 22 anos, cabelos e olhos castanhos, 1,80m de altura e sou casado, moro no interior de SP. Certo dia estava na faculdade e reconheci uma mulher que já havia pegado 1 vez a anos atrás enquanto eu namorava, ela estava linda, cabelos loiros, olhos verdes, corpo perfeito e o perfume continuava o mesmo, uma delícia!!! Desde que vi ela, fiquei louco, não conseguia parar de pensar nela e de como eu chegaria nela, os dias se passaram e então eu mandei mensagem para ela, perguntando como ela estava, que fazia tempo que não nos víamos e que poderíamos nos encontrar na faculdade para bater um papo, para minha surpresa ela topou na hora e disse que já queria fazer isso fazia um tempo.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Esse dia chegou, marcamos de nos encontrar na faculdade (e isso minha esposa não desconfiou de nada), conversa vai, conversa vem, eu estava louco para beija-la, queria tanto que não resisti e a beijei, nisso nossos corpos já grudaram e começou a pegar fogo, meu pau endureceu na coxa dela e ela esfregava cada vez mais para senti-lo, estava no horário de irmos embora então nos despedimos e assim foi o 1 dia. Fiquei louco para pegar ela de novo, começamos a marcar todos os dias na faculdade e a cada vez que nos pegávamos o fogo aumentava, passava a mão na bucetinha molhada dela e ela ficava batendo uma punheta pra mim a noite toda, mas não conseguíamos achar um local para terminar tudo o que tínhamos começado, eu estava louco para come-la e a cada beijo no pescoço que eu dava nela ela gemia falando que queria me dar.

Ela dizia:

– Vai F. quero dar pra você, quero sentir seu pau dentro de mim, foge de casa, da um perdido na sua esposa, vai la pra casa que quero meter a noite toda.

Estávamos loucos para transar, mas como sou casado, estava armando tudo escondido com calma e nesse tempo nós trocávamos nudes para aumentar o desejo de cada um. Então chegou o dia, disse que ia pra faculdade mas não fui, passei e busquei ela, íamos para o motel mas ninguém na cidade poderia me ver com outra mulher, então pensamos em um lugar para pararmos o carro, não vinha nenhum lugar em mente até que lembramos do horto florestal da cidade e fomos direto para la…. Chegando la, procuramos o lugar mais escondido para pararmos o carro, estacionamos em meio aos eucaliptos da floresta, começamos a nos beijar no carro, descemos e encostamos no carro…

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Começamos a nos pegar, arranquei a blusa dela e ela imediatamente desce e começou a me mamar, chupando como se fosse a única coisa que importasse na vida, pegamos uma toalha e forramos o chão. Ela estava com a bucetinha molhadinha, deitei no chão e ela me chupava tão gostoso, virei ela e comecei a chupar aquela buceta quente e molhada ela se contorcia de tesão e disse pra parar porque ela iria gozar. Deitei e ela sentou gostoso, nós já estávamos todos suados, com a respiração ofegante e o tesão a mil, ela sentava tão gostoso, rebolava e pedia pra bater na bunda dela.

Ela dizia:

– Como está gostoso esse pau na minha buceta, bate na minha bunda, bate que vou gozar

Ela virou aquele cu pra mim e eu ficava com a visão daquele cu gostoso e o céu todo estrelado na minha frente em meios aos eucaliptos, a adrenalina de estar ali no meio da floresta nos deixava cada vez mais com tesão. Metemos mais de 1 hora sem parar, comi ela de 4, de lado, por cima, por baixo, de todo jeito, ela gozava muitas vezes e aquela bucetinha ficava cada vez mais deslizante. Estava com muito tesão e ela queria sentir o leitinho na boca, então pediu para que eu gozasse na boquinha dela pra terminar com chave de ouro, ela já veio abocanhando tudo pedindo leitinho e então satisfiz o desejo dela…. Ficamos ali até dar a hora de sair da faculdade e voltei para casa, para minha surpresa minha mulher estava com uma lingerie me esperando com uma taça de vinho na mão, eu estava com cheiro da outra mulher, com o pau latejando ainda de tanto meter….. Fui tomar um banho para disfarçar o cheiro e quando sai ataquei minha esposa, beijei o corpo todo, estava tão cheirosa, puxava aquele cabelo e fazia ela chupar muito, ela estava louca pra dar a bucetinha.

Comecei a chupar ela e as pernas dela tremiam de tanto tesão até que ela não aguentou e pediu pra comer ela bem gostoso, virei ela de 4 e meti com tanta força, eu achei que já estava esgotado de tesão pela transa na floresta, mais quando vi a buceta pingando da minha esposa de tesão aquilo me deixa louco e comia com tanta força que ela gritava de tesão e dizia: Nossa, o que aconteceu com você? Parece que já até fez isso hoje, mete assim gostoso, esta uma delicia, fode, fode com força que minha buceta esta molhadinha. Comi aquela mulher por 2 horas, ela gozou diversas vezes e eu gozei mais 2 vezes na boquinha da minha esposa…

Desconheço o autor do conto.

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário. E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui:

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

E estes contos já lestes?

Um comentário

Deixe um Comentário. (Proibido divulgar Whatsapp ou emails)

Seu endereço de e-mail nao será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

error: Conteúdo Protegido !!