Nosso primeiro trio

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Este relato é verdadeiro e trata-se de parte de uma conversa bem picante, iniciada com um desconhecido muito intrigante que encontrei ao acaso por sorte, pois ele me despertou e motivou o desejo pelo registro dessa experiência e a expectativa por novas e diferentes aventuras. Nessa conversa nós trocamos confidências íntimas, pelo menos no meu caso, todas reais e vividas por mim com meu marido e único homem. Resolvi escrever, pois como nosso papo era breve e apressado não tive tempo de contar a ele que mesmo não realizando tudo o que eu queria, a conquista já era grande e bem significativa (mas ainda não satisfatória) pra mim, que sou tímida e inexperiente. Então escrevo como se estivesse contando a ele, e espero que este simples texto divirta e instigue mais gente além de nós dois…

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

A nossa penúltima conversa terminou com uma pergunta sobre minha maior fantasia e eu vou te dizer: é ser chupada por outra mulher… Aliás, o propósito de quando fizemos trio era esse, mas não rolou, como você já sabe, o que não fez com que deixasse de ser gostoso, foi mesmo uma aventura maravilhosa pra mim, pois tenho tesão pelo novo, sabe? O que é diferente me excita muito. Adoro correr risco de ser pega, por exemplo, ou ser surpreendida por ele com algo incomum, enfim…sonhos impossíveis talvez.

Mas vamos ao trio, vou te contar como foi: já havia bastante tempo que eu vinha falando pra ele da minha vontade, mas ele nunca propunha que fizéssemos. Então durante uma viagem, que fizemos sem as crianças, eu disse a ele que se não rolasse ali eu não queria mais. Fizemos alguns combinados, ele deixou claro que não faria com outro homem, eu deixei claro que não queria que ele fizesse sem mim, entre outras bobagens de ciúme egoístico e desnecessário. Procuramos a moça num site, entramos em contato e marcamos uma tarde no ap dela.

Chegamos lá meio sem jeito, nos apresentamos, ela de sainha e top super simpática nos tranquilizou dizendo que era super normal e que iríamos gostar muito. Já no quanto, ela perguntou como a gente queria e dissemos que ela poderia interagir com nós dois ao mesmo tempo. Até aí eu já estava em ponto de explodir de tanto tesão e a calcinha completamente encharcada. Ela então começou a passar a mão nele e me puxou pra perto de maneira que eu ficasse por trás dela(momento perfeito pra eu alisa-la também, mas não tive coragem) foi aí que ela se virou pra mim, tirou meu sutiã e passou a mão nos bicos dos meus seios, depois caiu de boca mamando gostoso enquanto esfregava a bunda arrebitada dela no meu homem.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Enlouqueci! Sensação indescritível pra mim, acho que foi uma das melhores da minha vida, eu tremia muito, minha buceta ardia literalmente e pulsava latejante, coração quase saindo pela boca, respiração ofegante. Foi aí que resolvi não deixar ela ir embaixo… tava molhada demais rsrsrs. Meu marido assistindo isso também já estava no talo, ela se abaixou e pôs a camisinha nele com a boca, começou a chupar, enquanto isso eu o beijei na boca, depois me abaixei e segurei firme o pau dele pra ela mamar. E como ela fazia gostoso, mamando e me olhando com uma cara de safada. Soltei o cabelo dela e o segurei enquanto ela chupava e vê-la fazendo isso também me deu imenso prazer, então resolvi apreciar. E posso dizer viu: aprendi algumas coisas nesse dia.

Ela nos chamou pra cama, eu deitei (ainda de calcinha, sem coragem de tirar) e ela por cima de mim ficou de quatro pra ele, ele em pé na beira da cama. Enquanto ele a comia com gosto, ela delicadamente acariciava meus peitos, beijava minha barriga e perguntava se eu queria que ela me chupasse e eu boba sempre dizendo que não (kkkkkkkk que raiva de mim mesma). Alisei os peitos dela também, depois saí debaixo dela e vim por trás dele abraçando e segurando o quadril pra sentir as estocadas que ele dava nela, logo passei pro lado dele pra ver tudo, abri a bunda dela e pedi pra ela deixar ele pôr atrás, ao que ela respondeu que não, pois o pau dele era grande pra ela, nós rimos e ela ainda perguntou se eu dava cuzinho pra ele, eu disse que sim, mas era mentira, nessa época a gente ainda não tinha conseguido a façanha kkkkkkkk.

Nisso ele deitou na cama e ela foi logo pra cima, encheu o pau dele de ky e sentou gostoso me chamando pra perto, porém eu preferi olhar por trás, depois pela lateral e como ela rebolava lindo nossa fiquei chocada, como eu nunca tinha feito aquilo pra ele. Pedi que ela se virasse pra mim pra eu ver a pica dele entrando naquela buceta que era tão diferente da minha. Ficamos um tempo assim, até que ele sentiu que ia gozar, ele a jogou na cama de pernas abertas e meteu por cima com toda força gemendo muito.

Quando terminamos, ela ainda perguntou se queríamos mais alguma coisa e eu pedi que ela me fizesse massagem. Deitei de bruços e ela veio por cima massageando minhas costas suavemente. Terminando, nos vestimos, a elogiamos e fomos embora com aquela sensação de criança que fez arte, de quem provou algo proibido. De lá pra cá nós tocamos no assunto poucas vezes, não fizemos de novo.

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário. E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui:

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

E estes contos já lestes?

Deixe um Comentário. (Proibido divulgar Whatsapp ou emails)

Seu endereço de e-mail nao será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

error: Conteúdo Protegido !!