O dia que comi a minha sogra

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

O passeio tinha a duração de 12 horas num navio preparado para receber turistas, a esposa do Jo foi quem falou do passeio, por ser passeio no alto mar, combinaram dar o passeio, a mãe da Nancy ao ouvir perguntou se podia ir, filha e genro aceitaram de bom gosto, as limitações do navio ofereciam uma cabine com uma cama embora houvesse dois salões onde todos assistiam a dois conjuntos que entretinham os viajantes e poderiam dançar.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Por razoes de indisposição baseada no forte cheiro a tinta do navio o Jo disse a esposa que iria deitar procurando evitar dor de cabeça, ainda nem estava a uma hora deitado quando a esposa e mãe entraram na cabine com a mãe a sentir a mesma indisposição, pedi ao marido para fazer algum lugar onde a mãe poderia deitar-se, o Jo encostou-se um dos lados da cama para a sogra poder deitar-se, era sabido que no navio não havia camas de casal, tendo sogra e genro procurado a melhor maneira dos dois caberem na cama.

Os balanços do navio eram a razão numero um para sogra genro tocarem-se fortemente, o caralho do Jo aproveitou aquele variado encosto para desenvolver-se, a sogra que sentia as fortes tocadas no rabo da sogra manteve-se quieta, a dor que o Jo sentia no caralho ia aumentando a maneira que mais desenvolvido ficava o caralho, a solução foi o Jo alargar o cinto das calças para dar mais liberdade ao forte duro caralho.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

A sogra por sua vez mais e sentindo a potencia entre as pernas, sem solução para a dor no caralho o Jo colocou-o fora das calça e mais a sogra sentia embora ficando quieta, foi com manobra quase sem dar a conhecer que o Jo levantou a saia da sogra ao mesmo tempo que com dois dedos ia baixando a calcinha da sogra, as calças do Jo que já estavam junto ao joelhos mais o rabo da sogra também com a calcinha perto dos joelhos o caralho do Jo entrou em festa ao colocar-se bem entre as pernas da sogra e sem demora a fazer pressão para penetrar no anus da sogra, em poucos momentos o caralho do Jo já fodia bem dentro no cu da sogra.

A porta da cabine abre-se e a esposa do Jo entra, o momento era critico, o Jo nu da cintura para baixo com a sogra nas mesmas condições, a esposa perguntou se estavam a melhorar da indisposição os dois responderam que estavam mas, ainda sentiam efeitos.

A Nancy disse que voltaria mais logo para voltar a perguntar, ao sair da cabine notou numa cadeira um cobertor, foi pegar no cobertor, dedebrou-o e foi junto da cama dizendo, vou cobrir vocês para melhor conforto, inclinou-se para a cama a cobrir marido e mãe, de seguida disse ao marido, coloca teu braço na cintura de minha mãe para segurar ela dos balanços do barco e não cair da cama, esse pedido da esposa fez o marido mais a apertar e finalmente meter o caralho todo dentro do anus,a esposa saiu da cabine e em pouco tempo o genro dava uma maravilhosa gozada no anus da sogra que mais força fez contra o genro.

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário. E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui:

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

2 Comments

Adicione um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!