Recuperando fotos

Bom, eu sou analista de TI, e nas minhas horas vagas, presto consultoria e assistência técnica a algumas pessoas, não abro muito que faço isso.  Um dia, um homem me chamou, falou que havia visto em meu perfil que eu era da área de informática e me questionou sobre alguma coisa de programas para recuperar fotos e vídeos que havia apagado de um computador, eu prontamente falei que havia algumas ferramentas e que eu poderia auxiliar com isso, caso necessidade dele, poderia me deslocar até sua casa, ele meio sem jeito me falou que poderia ser, mas que precisava falar antes, que algumas coisas eram muito pessoais e que ele não gostaria que saísse de entre nós. Respondi a ele com clareza, sou um profissional no ramo, sei que todos temos nossas particularidades, então fique tranquilo, vou fazer meu melhor para você.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

LibidGel Aumente seu penis

Me mandou o endereço sendo que me esperaria próximo de seu apartamento, nos encontramos em uma praça onde deixei meu carro estacionado e seguimos com o carro dele, nos deslocamos até a o prédio e logo subimos para o apartamento, no caminho ele falou que sua esposa estava em casa e com um pouco de vergonha, pois algumas fotos no computador a ser recuperadas, seriam dela, e nua. Eu respondi mais uma vez, que o profissionalismo viria sempre em primeiro lugar, mas que seria inevitável ver algo, sendo que teria que abrir cada arquivo para ver sua integridade e se era algo importante. Ele riu de canto e falou ok.

Subimos e sentamos na sala, ele me trouxe o notebook e comecei meu trabalho, nisso passa pela sala a sua esposa, uma loira, de olhos claros, corpo maravilhoso, um vestidinho solto bem a vontade, não tive como não correr o olho rapidamente nela, e cumprimentar, com um oi apenas, ela gentilmente me deu oi e passou, pediu se queríamos algo, e ele respondeu que por enquanto não, eu ali instalando o programa, fazendo verificações, e numa boa as fotos começaram a aparecer, nossa… era uma mais linda que a outra, a grande maioria era dela, nua, toda peladinha, algumas em ação com ele, outras com outro cara, nossa, eu não sabia como proceder mais, meu tesão estava subindo, o calor tomava conta de mim, ele naturalmente falava que ela era demais, me pedia a minha opinião, oque achava, os comentários entre eu e ele foram ficando mais a vontade, a essa altura eu mesmo já comentava com ele que ela era uma delicia de mulher… oque eu não imaginava era ela na cozinha ouvindo tudo, e ficando excitada com a situação.

Logo escuto um barulho no banheiro, era ela indo ao banho, nossa meu pau estava muito duro com aquele notebook no colo, ela no banho, ele ali também dando pinta de estar excitado com a situação, deu uns minutos e ela desliga o chuveiro, se enrola na toalha e passa por nós na sala apenas de toalha, sorri para mim, e segue em direção a outro cômodo, uma porta meio aberta ela solta a toalha, eu olhei e rapidamente baixei a cabeça, ele falou baixinho para mim, olhe, não tem problemas, você já viu aí nas fotos, ela é mesmo uma beleza para ser admirada. Eu olhei mais uma vez e não tive como não arrumar meu pau dentro das calças, ele sorriu e falou da um tesão isso hemm… eu falei a ele, como não iria dar, aquela delicia de esposa dele ali, peladinha, no quarto ao lado da sala e eu vendo tudo, ela olhou para trás e viu a porta entreaberta, no mesmo momento viu nós dois babando feito dois cachorros loucos por ela, fez uma carinha de safada e perguntou o que estávamos olhando, ele apenas falou para ela, vc deixa a porta um pouco aberta, vai deixar ele um pouco desconcentrado aqui, ou abre tudo ou fecha tudo né amor?!!

Nossa, eu falei meio entre os dentes, abre tudo hehehe…

Ela ouviu, sorriu e disse então abro tudo né meninos, já que viram tudo no computador mesmo, o que mudar saciar o olhar ao vivo né amor?! Assim ele fica totalmente desconcentrado, ela concluiu… Eu falei que assim não seria fácil, pois não conseguia para de admirar ela, que o desejo não era apenas olhar, mas sim tocar ela toda, minha boca estava salivando nesse momento, aquela bucetinha banquinha, rosada todinha na minha frente, ela deitou-se na cama e ficou, nua, apenas mexendo no celular e eu ali com o marido, apreciando, quando notei, estava a acariciar meu pau por cima da calça,  olho para o lado e vejo ele fazendo o mesmo, só que com a mão dentro da calça dele, um homem pirado, louco pela esposa dele, e também louco por ver ela tendo prazer na sua presença.

Eu segui acariciando, falei baixinho que o procedimento ali no computador iria demorar algumas horas e que teríamos que esperar… Ele sorriu, e falou, a vontade então, esperamos..

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Nossa, ele olhou nos meus olhos e pediu oque eu gostaria de fazer nesse tempo, e eu rapidamente falei que passaria metade dele chupando aquela bucetinha deliciosa, e com o aval dele, fui lentamente até o quarto, ela deitada na cama, eu me aproximei da porta, e ela com uma das mãos na bucetinha, outra segurando o celular, olhou para mim e pediu se eu era sempre calmo assim, rindo um pouco, fui até os pés da cama e comecei a beijar os pés dela, o marido sentado no sofá, com a calça até os pés dele, acariciando o pau duro como pedra, subi beijando suas pernas, até que cheguei entre suas coxas, deslizei minha língua próximo de sua virilha e senti ela se arrepiando um pouco, logo ela ergueu uma das pernas e afastou a outra, dando visão total ao marido que estava no sofá assistindo tudo, comecei lentamente com minha língua nos lábios daquela bucetinha gostosa, senti que estava muito molhada com  situação, nem comecei chupando, beijava de língua como se fosse uma boca carnuda e gostosa, minha língua deslizava entre os lábios, e os gemidos dela começaram a aparecer em um tom baixinho, que aos poucos se alternava com ela segurando firme no lençol e chamando o marido de amor, pedindo se estava gostoso ver de onde ele estava.

Nossa eu não queria que o tempo passasse não, que bucetinha gostosa de chupar, toda lisinha, cheirosa, nesse momento estou chupando com mais vitalidade, com muita vontade, ela se contorcendo de tesão, minha língua ia desde a entrada do cuzinho dela até o final de sua bucetinha molhada, nossa, meu pau estourando dentro da calça, tiro minha roupa e prontamente o marido está ao meu lado, me entrega uma camisinha e vai com o pau até próximo da sua boca, nossa, ela devorou ele enquanto eu colocava a camisinha no meu pau, coloquei, e logo me preparei para ela, comecei acariciando a entrada da bucetinha dela com meu pau, e aos poucos fui penetrando, e ela gemendo e engolindo o marido ali próximo de mim, delicia, na primeira vez que penetrei ela, fui até o final, quando senti todo meu pau dentro dela, rebolei um pouco e comecei o vai e vem, fazia forte porem num ritmo lento, cada estocada era com força, para ouvir o estalo de nossos corpos se batendo, comecei aumentando o ritmo, indo e vindo, até que ela me pediu para parar um pouco, que também queria me chupar, nossa eu quase gozando e ela me pede isso, prontamente sai dali, me pus de joelhos ao lado dela e deixei que ela me chupasse como o marido estava sendo chupado, que maravilha, ela chupava com muita vontade, minha vontade de gozar foi aumentando a cada momento, então ela virou-se de bruços, empinou a bunda para cima e pediu para o marido sentar na frente dela, voltou a mamar ele com gosto, como havia feito antes, pediu para mim me divertir como antes, não pensei duas vezes, pus outra camisinha e voltei a penetrar ela assim, a cada vez que eu socava, ela dessa vez rebolava a bunda e empurrava para trás.

Fui aumentando o ritmo de meter com força e mais rápido, ela sugando o marido e gemendo alto, quando não aguentei mais apenas anunciei que iria gozar, ela deitou e abriu bem a bunda, entendi na hora, tirei a camisinha e comecei a gozar na bunda dela, dois três jatos de porra quente bem certinho na entrada da bundinha dela, e a bucetinha melada, escorria pelo lado, não demorou muito e o marido gozou na boca dela, deixando ela saciada do que tanto queria… levantei e fui ao banheiro, me lavei e me vesti, ao retornar, o procedimento estava quase terminado, e dei sequencia.

Alguns minutos terminei oque precisaria ser feito, ela saiu do banho e o marido me olhou de canto, falando…

Então, será que temos tempo para uma despedida após o termino do trabalho?

Eu sorri e…

Conto enviado por:  RDS (Obrigado)

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário.
Quer entrar no nosso grupo Whatsapp? Veja aqui como o fazer: Clique aqui.
E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui: Enviar Conto.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

libidgel

E estes contos já lestes?

Deixe um Comentário. (Proibido divulgar Whatsapp ou emails)

Seu endereço de e-mail nao será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

error: Conteúdo Protegido !!