Sexo e realidade virtual

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Meu nome é Ricardo, tenho 35 anos, sou bem casado, hetero e com uma esposa linda, tenho uma filha pequena desse casamento, e um menino, se é que posso chamar de menino, pois está com quase 19 e já está maior que eu. Ele é de uma relação adolescente que tive, ele nasceu eu tinha 16 e a mãe 19.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Pois bem, ele mora com a mãe, mas final de semana sim, final de semana não ele vem lá pra casa. Sempre fomos muito amigos nem parece que somos pai e filho, pois temos uma relação muito bacana, pois temos gostos parecidos em um pouco de cada coisa. Nunca aconteceu nenhum pensamento diferente do que nossa relação de pai e filho e de amizade.

Como citei sou hetero, adoro sexo, quero todo dia, mas minha esposa não acompanha muito meu ritmo, então costumo entrar em sites de contos e alguns pornos para me satisfazer quando minha esposa não o faz. E foi um dia desses que lendo contos na internet me deparei num conto de incesto onde o filho pegou o pai e mãe transando e se masturbava loucamente com isso, os dois dormiram e tinham o sono muito pesado, o filho então entrou no quarto e comeu a mãe, o pai viu ficou quieto e chantageou o filho depois a comer ele pois tinha uma camera que filmava os dois e ele não tinha desligado e ia mostrar o video pra mãe se ele não fizesse. Quando li isso fiquei até constrangido e fechei o conto.

Meses se passaram e meu filho estava no computador de um dos quartos e saiu, fui mexer no computador ao abrir o facebook, o dele estava conectado, e uma janela da conversa estava aberta, ele tinha mandado para uma menina um foto dele completamente pelado e de pau duro, o que eu fiquei abismado, é que a rola dele era enorme !!!! Tenho um pau de quase 20 cms, mas o meu filho não só era bem maior como bem mais grosso também.

Naquele momento, fiquei estatico. Fui ver a resposta da menina, e ela reclamou para ele parar de mandar fotos senão ia bloquear ele. (que menina doida).
Fechei tudo e fui para a cozinha pegar algo para beber, mas a rola imensa dele não saia da minha cabeça. Eu sinto tesão no cuzinho, minha esposa de vez em quando brinca comigo ali, e eu costumo me masturbar analmente também, mas nunca pensei em realmente ter coragem de dar para alguem, até que aquele conto que li outro dia me veio a cabeça. O pai pedindo pro filho comer ele e delirando com isso.

Um tesão fora do sério começou a me tomar, e eu queria sentir aquela pica enorme entrando em mim. E o mais engraçado é, eu não sentia nenhum remorso por ser meu filho. Mas…. como pedir isso pra ele?

Relutei muito em fazer isso, mas como sexo é a coisa que mais gosto tive que bolar algo para conseguir, meu filho nunca foi muito bom com mulheres, diferente de mim que muito antes da idade dele comia todas as menininhas da época, então me aproveitei disso para tomar como vantagem.

Comecei a conversar com ele sobre sexo. Conversa vai, conversa vem, perguntei das meninas, ele disse que estava numa época ruim, mais de 1 ano sem transar com nenhuma menina, que ele é meio timido. E eu perguntei exaltado:

– Como assim filho? 1 ano sem comer ninguem? Se eu ficar 1 semana ja fico louco !!!
– A pai, é que vc tem quem comer sempre, mas pra mim que não tenho namorada fixa, ficar sem comer ninguem por muito tempo não é incomum.
– Ah, mas mesmo assim deve ser complicado ficar só na punheta né?
– É ruim, mas da pra me virar.
– Ah eu não consigo de jeito nenhum, com um ano até meus amigos iam ter que tomar cuidado comigo por perto. hahahahaha.
– Que isso pai, até os amigos?
– Porra, com um ano, até um buraco na parede ficava jeitoso. Imagina um cuzinho.
– Que isso pai, cu de homem?
– Ué, não que eu ja tenha feito isso, mas no tesão de um ano? No escuro e sem ver, cu de homem e de mulher não deve ser diferente…
– É até que faz sentido… Mas sei la…
– Você ja comeu um cuzinho antes filho?
– Er… Não…
– Putz, você não sabe o que esta perdendo, imagina uma buceta, mas muito, muito mais apertada…

O papo foi fluindo mas de modo algum consegui pensar em como transar com ele, até que decidi colocar um porno para assistirmos e acostumarmos com isso, minha esposa e filha ja estavam dormindo. Na quinta vez que assistimos um juntos, falei pra ele que tava com tesão demais, tirei minha pica pra fora e comecei a me masturbar, ele se assustou e ficou me olhando. Eu fali para ele relaxar, que somos homens e estavamos só nós em casa, tinhamos mais é que curtir e perder essa vergonha um do outro. Logo em seguida falei para ele fazer o mesmo, ele relutou um pouco e então peguei no ponto fraco dele:

– Ta vendo, é por isso que vc não come mulher nenhuma, tem que parar com essa vergonha boba, bota essa rola pra fora e para de bobeira e se diverte.

Parece que ele ficou com raiva do que eu disse, tirou a rola enorme dele que estava duríssima e começou a se masturbar. Estamos um pouco longe um do outro, fui me chegando perto dele aos poucos, queria fazer algum tipo de investida mas meu medo dele rejeitar e aquilo por um fim no bom relacionamento que tinhamos foi maior, ambos gozamos e a noite terminou.

Fiquei a noite toda sem dormir pensando numa possibilidade do que fazer para conseguir fazer ele me comer, só na noite do dia seguinte quando cheguei do trabalho e ele estava ja na mãe dele, é que na internet vi uns porno de realidade virtual. você colocava o celular num capacete de realidade virtual e tinha a visão de quem estava comendo aquela mulher. Achei sensacional e ao mesmo tempo tive uma idéia brilhante. Comprei 2 oculos de realidade virtual e no outro final de semana que ele vinha arranjei da minha esposa e filha ficarem na casa do meu sogro para ficarmos sozinhos.
Quando ele chegou ja fui explicando pra ele a novidade, que era muito legal, que eu testei, e que tinha testado até com a minha esposa, fazendo parecer que eu estava comendo a atriz porno, quando estava comendo minha esposa.

Ele ficou todo empolgado com aquilo, mais até pela curiosidade em si. e então decidiu experimentar. (antes de tudo ja tinha arquitetado tudo, inclusive qual video, a duração, as cenas, tudo)

E então ele começou a assistir, tocou uma punheta fenomenal com aquela tora que ele tem no meio das pernas, gozei me masturbando também, só olhando para ele se masturbar loucamente com o oculos e o mesmo não me via. E quando ele terminou disfarcei e ele disse que era muito maneiro, que não conhecia e que parecia que era de verdade, tirando o fato de ele estar se masturbando. Falei com ele para repetirmos a dose mais tarde e ele concordou. Pronto estava entrando meu plano em ação. A noite eu ia dar a minha bunda pela primeira vez para uma piroca de verdade, e que piroca !!!!

fui tomar um banho, tratei de preparar meu cuzinho pq a tora que ia vir era imensa. e então chamei ele para usarmos o oculos vr juntos, sincronizei os vídeos e colocamos os oculos. De inicio a mulher começava uma punheta que demorava uns 10 minutos, nos primeiros minutos ambos estavamos nos masturbando, dessa vez um do lado do outro. Foi então que comentei que o oculos era bom, mas o fato de nós estarmos nos masturbando faz não parecer realista pois é a nossa mão que esta fazendo, por isso pedi a minha esposa pra fazer junto comigo. Ele concordou mas ficou quieto e continuou sua punheta, esperando ele falar algo fiquei incerto, mas tomei a decisão e falei:

– Acho que seria melhor se um fizesse no outro não acha? Que aí não seria nossa mão que está mexendo nos nossos paus.

E no mesmo momento que falei isso peguei em seu pau. (já estava me preparando para ele dar um pulo e falar: Que merda é essa, pois aí eu poderia dizer que era pelo que experimentei com minha mulher e talz, ou seja, finalmente teria minha desculpa)

Mas no momento em que eu peguei no pau dele, ele largou e tateou até achar o meu, ele concordou com o que falei. E assim como eu masturbava ele, ele me masturbava, nossa, não podia imaginar que felicidade e alívio eu estava naquele momento. Mas punheta é uma coisa o resto são outros 500.
No meio da nossa punheta mútua ele diz que assim realmente é muito melhor, eu retruco ele dizendo que é excelente, mas o fato de estar masturbando outro pau atrapalha a sensação e deixa menos realista. Nisso eu levanto tirando a mão dele do meu pau e fico de frente para ele e continuo masturbado ele na mesma posição da atriz porno. Quando eu faço isso ele relaxa no sofá e fala que realmente assim fica bem melhor.

Meu coração está a mil, pois a hora do vamos ver está pra chegar, sei que daqui a pouco começa a cena que ela começa a pagar um boquete, e aí que é a linha limite do estarmos só de brincadeira e a coisa ficar séria. Muito nervoso continuo masturbando e a menina se ajeita para começar a pagar o boquete, junto com ela me aproximo um pouco mais e coloco minha boca naquela pica enorme que mal cabe na minha boca, na mesma hora que eu faço isso, meu filho da uma chegada pra trás e me pergunta:

– Pai, o que é isso?

Na hora eu gelei, ele levantou o coulos e me olhou na cara. EU pensei fudeu, o que vou explicar pra ele? Mas como ja estava fodido mesmo, falei pra ele:

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

– Ué, eu falei que você ia ter uma experiencia bem realista, queria te ajudar com isso, agora bota o oculos e continua relaxando que eu sei que vc tava gostando.

ele continuou com o olho arregalado, mas não se moveu, continuei um movimento de punheta, ele foi voltando ao local aos poucos, pedi para ele colocar o oculos e relaxar, ele colocou voltei a colocar a boca no pau dele, que delicia de piroca !!!! Nunca tinha chupado um pau antes, queria fazer bonito no inicio, babei muito logo e desci tudo que eu podia, mas que pica imensa, ele entalou na minha garganta ainda na metade da piroca. Não sei se pela minha falta de experiencia, ou se é porque a minha garganta possa ser pequena ou a pica dele que era grande demais, sei que ele soltou um gemido alto quando fiz isso. E então comecei meu trabalho, quando fui até o fundo o oculos batia nele, tive que tirar, coloquei de lado para acompanhar a cena e me deliciava com aquela piroca. Nossa, não sabia que era tão gostoso chupar uma pica dura daquela maneira, teve uma vez que ele falou que ia gozar, e eu dei uma parada, não queria que ele gozasse ainda. Dei um minuto para ele e voltei a chupar novamente, enquanto chupava aquela rola ja estava com dois dedos meus me masturbando vigorosamente para deixar meu cuzinho mais molhado, ate que então a hora chegou, a menina do filme se levanta para sentar no cara. E eu fiz o mesmo, senti um silencio desesperado do meu filho até que eu me ajeitei e encostei a cabeça do seu pau no meu cuzinho sentando por cima dele, nesse mesmo momento ele gaguejando me falou:

– Pai…. o… o… o que, que….. você… ta, ta… fazendo….
– Você disse que nunca tinha comido um cuzinho…. e eu sempre tive curiosidade de saber como é dar…. então to unindo o util ao agradavel…

Ele ainda tentou balbuciar algo, mas a cabeça imensa dele foi entrando e eu só via olhando pra trás a cara de prazer insana dele. Mas a rola do meu moleque era absurdamente grossa, achei que abrindo meu cu com os dedos ia ajudar mas o pau dele é muito grosso, ainda doia bem quando ele tava entrando, mas eu estava decidido a fazer daquele momento um momento especial. e então assim como a atriz desceu com sua buceta pelo pau do cara sem reclamar, eu desci com meu cuzinho no pau dele (bem mais devagar que ela é claro, até o final e fiquei sentado por uns 10 segundo lá para me acostumar )

Ambos gememos com isso.

– Ai paiiiiiiiii !!!!!
– Nossa que rola grossaaaaaaa !!!

ao me acostumuar comecei a cavalgar que nem um louco, quietinho para não estragar aquele momento do meu menino, ele estava comendo meu cú. Mas não sabia se ele estava porque estava gostando de me comer, ou se era pela experiencia de estar parecendo comer uma mulher mesmo sabendo que era eu que estava lá.

Então apenas aos sons dos gemidos dele continuei socando meu cú naquela rola, até que começo a sentir a rola dele pulsando e ele urrando, as pernas dele tremiam, vendo isso sentei com força na vara dele, e sentia todos os seus jato passando pelo seu pau e vazando dentro de mim. A sensação era fenomenal, nunca senti nada como aquilo antes….

E então outro choque de realidade…. e agora?

Sai de cima dele com meu cú vazando sua porra e então logo fui até ele que tirou o oculos e então eu lhe falei:

– Filhão olha só… Foi uma coisa de momento, eu não quero que nada mude entre a gente, se eu fiz algo de errado me desculpe…
– Não pai é que….
– É serio filhão, eu sempre tive curiosidade com isso, ja fiz tudo que poderia fazer em sexo, menos isso, pois nunca tive coragem de fazer com alguem de verdade, mas e que de repente surgiu isso que aconteceu e eu não aguentei…
– Eu sei mas é que… você é meu pai…
– Eu sei filhão, eu sinto a mesma coisa, você é meu filho, mas acho que justamente pela intimidade que eu tenho com você que isso acabou acontecendo eu queria ajudar você a aliviar o estresse…. rsssss. E cabei fazendo você se aliviar comigo… Rsss

Acabou que ele deu uma risada de leve também.

– Então é isso filhão, se eu deixei você constrangido, desculpas do fundo do coração. Mas, eu queria muito fazer isso E esse momento acabou sendo muito propício…. e gostoso. Você também não gostou?
– É….
– A fala sério, pelo jeito que vc gemeu como pode não ter gostado.
– É foi bastante gostoso….
– Olha, não vou me fazer de rogado, eu adorei, adorei essa experiencia nova, Ainda continuo achando comer uma buceta melhor, mas nossa foi muito gostoso sentir seu pau todo dentro de mim, sei que vc pode achar estranho ter comido um cú de homem, mas…. como eu gostei, se você quiser fazer de novo… podemos usar o oculos outra vez…

Ele ficou calado e deixei ele quieto para amadurecer um pouco do que aconteceu.

Nós dormimos tarde normalmente, estava no meu quarto e então ele entra no meu quarto e me chama.

– Pai…
– Que foi filho?
– Você tem algum desses vr que o cara come a mulher de quatro?

Quando meu filho falou isso…. Eu fiquei tão satisfeito, corri pra achar um no pc, baixei e coloquei para nós dois assistirmos, pulei para parte do boquete e comecei a chupar meu filho de pé perto da minha cama, me engasgava com aquela rola imensa, estava realizado. Um sonho meu estava acontecendo e eu não acreditava, o boquete da menina não demorou muito e ela ja colocava o bucetão para cima de quatro, me movimentava igual a ela, levantando meu cuzinho em direção a ele, e ele veio com sua rola gulosa atras do meu buraquinho, ele encostou seu cabeção e ey falei para ele vir devagar. Ele foi enfiando lentamente, fiquei louco sentindo cada centímetro do seu pau me invadir, me rasgar deliciosamente, que sensação maravilhosa, eu me contorcia segurando nos lençois, aguentando a rola inteira ate que ele enfiou a rola inteira, que DE-LI-CI-A !!!!

Ele tirou e colocou devagar novamente depois foi aumentando e aumentando a velocidade, chegou um momento que eu não aguentei e gritei:

– Ai filhão fode  !!!!
– Puta que pariu que piroca deliciosa !!!!  A ! A ! A ! A ! A ! A !

A cada metida eu dava uma gemida curta.

– Ai caralho que cacete gostoso !!!!
– Como eu queria sentir essa rola no meu cu, caralho !!!! FODE !!!!

Ele então tirou o oculos e falou.

– Nossa você geme muito, ta gostando mesmo hein. Desse jeito nem da pra imaginar que é a mulher que eu to comendo, mas quer saber, foda-se, ta gostoso pra caralho.

tirei meu oculos também e falei.

– Ai que bom filhão então fode vai !!!

E ele socava com força, com vontade, as vezes metidas curtinhas, as vezes metidas tirando e colocando tudo, eu ficava louco, não durou muito e ele ja estava soltando altos jatos de porra no meu cú gritando:

– Caralho que cuzinho gostoso !!!! To gozando, to gozando ahhhhhhh !!!!

Fiquei arrasado jogado na cama, ele caiu de lado, eu cheio de tesão punhetei meu pau umas 20 vezes e ja gozei também e então estavamos um do aldo do outro exaustos e sem muito dizer um pro outro acabamos dormindo.

De manhã acordei primeiro que ele, ele estava pelado e não resisti, comecei a chupar seu pau. Ele acordou depois de um minuto de eu chupando ele, ele ja com a pica dura, se assustou mas depois se tranquilizou, aumentei o ritmo, ele começou a ficar nervoso, avisou que ia gozar, acredito eu que para eu tirar da boca com vergonha de gozar na minha boca, mas não me fiz de rogado aumentei ainda mais a velocidade ele tentou sair mas não deixei e então ele gozou tudinho na minha boca. Um gosto forte, amargo, mas era tudo que eu queria sentir naquele momento, estava realizado, ele realizou tudo que eu ainda não tinha feito de sexo na minha vida.

Então deixei do lado dele e expliquei que o que fizemos era tudo que eu ainda não tinha feito sexualmente e que eu fiquei absurdamente feliz de poder ser com ele. Expliquei tambem a ele que não tinha intenção nenhuma de beijar na boca ou agir de maneira gay, eu queria era sentir prazer com ele, ter essa troca de tezão e prazer. Acho que isso o deixou bastante aliviado.

Hoje minha vida sexual é maravilhosa, transo com minha esposa sempre que posso, amo sexo com ela, e sempre que meu filho vem na minha casa, depois da minha esposa e filha dormirem, ele come meu cuzinho como ninguem !!!

Espero que tenham gostado do conto.

Conto enviado por:  Ricardo (Obrigado)

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário.
Quer entrar no nosso grupo Whatsapp? Veja aqui como o fazer: Clique aqui.
E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui: Enviar Conto.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

E estes contos já lestes?

Tags:

Adicione um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Conteúdo Protegido !!