Verei putinha do amigo da mamãe

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

Anuncia Aqui

Meu nome é Clara (Nome Fictício) sempre fui uma menina bem sacana por assim dizer, e sempre tive gostos peculiares quanto a sexo,nada era bom o suficiente,sempre estava frustrada,porém o companheiro que estivesse comigo recebia tudo que podia dar,até que eu encontrei uma pessoa que me realizou completamente,virei a putinha do amigo da minha mãe.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

LibidGel Aumente seu penis

Meu nome é Clara,tenho 22 anos,sou morena,baixinha e com seios bem fartos, sempre tive a mente aberta quando o assunto é sexo,o que é algo que eu realmente gosto de fazer,um dia minha mãe me chamou para ir encontrar uns amigos com ela,bufei pois tinha uma foda marcada com um carinha que havia conhecido alguns dias antes,bufei porém aceitei ir de bom-grado acompanhar minha mãe,quando o dia do encontro chegou,coloquei um vestido soltinho e curto e uma jaqueta,saltos e brincos de argola,sai do quarto e chamei minha mãe já indo para o carro, o local não era muito longe de onde estávamos morando,logo que chegamos encontramos alguns amigos já a espera e entramos para o bar,passados alguns momentos,chegou um velho amigo da minha mãe,ele estava na casa dos 35,parecia ser jovial,bem vestido e tinha um sorriso que só em lembrar minha calcinha já fica úmida,minha mãe nos reapresentou e eu com um aperto de mão o cumprimentei,ele logo olhou para mim de maneira lasciva e libidinosa falando abertamente,agora que minha mãe havia voltado a companhia dos demais:

-Nossa Clara,como você cresceu..está realmente muito bonita.- enquanto ele falava reparei que seus olhos iam de encontro ao meu decote então eu sorri e o olhei calmamente respondi.

-Obrigada Fernando,realmente faz muito tempo que não nos vemos,vem,vamos beber com os demais.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

Assim seguiu a noite,bebedeira e velhas histórias que fizeram todos rirem,durante tudo,Fernando não parava de olhar de modo lascivo para mim,sempre que tinha alguma oportunidade,passava a mão em mim e até me encochava disfarçadamente o que deixou meu tesão por aquele homem ainda maior,quando finalmente todos decidiram ir embora,minha mãe pegou o carro em vista de que eu estava levemente mais alterada que ela e pediu a Fernando que me levasse em casa,já que dali,alguns dos amigos iriam para um outro bar e minha mãe iria junto,Fernando aceitou sem hesitar,após eu me despedir de todos entrei no carro de Fernando e ele me olhou quando se acomodou no banco do motorista.

-Se divertiram muito hoje,mas meus olhos só foram para você,Clarinha

Aquela confissão fez soar um breve alarme no meu corpo e antes que eu pudesse dizer algo,ele me beijou de modo voraz usando sua lingua para explorar a minha e suas mãos fortes seguram em minha cintura com firmeza,aquele beijo fez com que minha boceta ficasse extremamente molhada e com a mão,pude ter certeza que ele estava bem grande e ereto,quando o beijo se separou o olhei com uma cara de safada que queria mais e ele sorriu dando a partida no carro,durante o trajeto suas mãos dedilharam minha bocetinha enxarcada de tesão e minha mão foi até o pau dele que já estava para fora grande e pulsante em minha mão,olhei para ele e me ajeitei no banco deixando claro o que ia fazer,cai de boca naquele pau gostoso,fui indo em vai e vem um pouco rápido,molhando e depois sugando aquele pau até que senti ficar ainda mais duro,olhei para ele que estava ofegante e continuei ainda mais rápido até que senti toda a porra do Fernando em minha boca, engoli tudo e me ajeitei no banco de novo enquanto ele ajeitava a calça com uma mão só e dava um sorriso,ele me disse que iriamos passar na casa dele após aquilo e assim seguimos até lá.

O final será só na outra parte,beijos,Clarinha.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

E estes contos já lestes?

4 comentários

  1. Tem grupos de watts

  2. Quando vão publicar a segunda parte da clarinha

Deixe um Comentário. (Proibido divulgar Whatsapp ou emails)

Seu endereço de e-mail nao será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

error: Conteúdo Protegido !!